Arthur Zanetti recebe treinamento especial para finais em SP

Atleta faz um trabalho especial de fisioterapia, que vem dando resultados, melhorando o desempenho nas provas.

Dez brasileiros vão disputar as finais da etapa da Copa do Mundo de Ginástica, em São Paulo. Um deles é o campeão olímpico Arthur Zanetti, que precisa de um tratamento especial para suportar tanto esforço nas argolas.

Em um esporte que exige tanto do corpo, o corpo exige cuidados. Por isso, depois de uma sessão de treinos como essa, o Arthur faz um trabalho especial de fisioterapia, que vem dando resultados, melhorando o desempenho nas provas. Essa é uma das armas do campeão olímpico.

Gegê, a fisioterapeuta, usa um método chamado “rolfing” para tratar as dores e realinhar a postura em um esporte que o atleta precisa ter muita força.

Músculos e veias saltados: sinais do quanto o corpo está sendo cobrado e até mesmo danificado.

“Ele é como se fosse um carro de corrida. Terminou a corrida, o carro vai para a oficina e os mecânicos buscam onde foi o desgaste. Se o carro está desalinhado, as peças. E é isso que eu faço com o Arthur”, explica Maria Eugênia Ortiz, fisioterapeuta de Arthur Zanetti.

O trabalho começou logo depois dos Jogos Olímpicos de Londres. Em três anos, a postura melhorou. Parece pouco, mas não é.

“Meio centímetro não é nada. Mas quando você vê no alto rendimento, meio centímetro é muita coisa”, diz o campeão olímpico Arthur Zanetti.

“Se ela não estivesse comigo, com o Arthur esse tempo agora, acho que o Arthur não teria se mantido dois anos no topo”, Marcos Goto, técnico de Arthur Zanetti.

Nesta sexta-feira (1º), na fase de classificação para a Copa do Mundo, Arthur ficou em primeiro lugar nas argolas com a melhor nota da carreira. Durante a prova, fez as suas tradicionais caretas. São muitas! Alguma são normais, outras são de dor. Para diferenciá-las, só mesmo Gegê.

“É como um filho. Você sabe quando acorda de mal humor porque dormiu mal, porque brigou com a namorada ou está com preguiça. Às vezes eles tentam enrolar a gente, mas a gente sabe careta do que é”, diz Maria Eugênia Ortiz, fisioterapeuta de Arthur Zanetti.

Fonte: G1



Deixe uma resposta